Carta de Vinhos: Decifre-a e divirta-se

Talvez você já tenha passado por essa situação:  estar num almoço ou jantar de negócios, em um encontro familiar ou em um encontro romântico. O restaurante é o melhor da cidade e ao chegar, o garçom lhe traz o cardápio e junto a ele, a extensa e pomposa Carta de Vinhos, com variedades quase infinitas de rótulos, estilos e países produtores.

Você é o anfitrião da mesa. Por onde começar agora? Como fazer a escolha para que o vinho torne a ocasião memorável? Chamo o sommelier? Será que o sommelier vai começar a falar jargões técnicos e me constranger na presença dos meus convidados?

Não sofra por antecipação. Vamos descomplicar esse momento:

A carta

A carta de vinhos é a lista dos rótulos disponíveis na adega do restaurante, listados por estilo (espumantes, brancos, tintos, sobremesa) e origem (país, região produtora). Portanto, comece percorrendo os olhos pelas páginas para conhecer suas opções.

O momento e a companhia

Tenha em mente que o vinho deve ser adequado à situação: um jantar de negócios pede um vinho versátil e que ao mesmo tempo não roube a cena, pois o grupo tem assuntos importantes a tratar. Uma reunião familiar, onde uma comemoração acontece, merece começar a refeição brindando com um bom espumante. Um jantar a dois, pede um vinho mais intimista.

A quantidade

Uma garrafa de vinho serve apenas duas taças e meia por pessoa. Se a mesa tem seis pessoas, por exemplo, considere pedir duas garrafas. Por outro lado, se o consumo decididamente será baixo, você pode e deve considerar as opções de venda por taça listadas na carta de vinhos.

O seu bolso

Depois de escolher o estilo do vinho e a quantidade que servirá a mesa, tenha em mente seu orçamento e novamente, a ocasião da refeição. Quanto está disposto a pagar? Estabeleça uma faixa de preço e mantenha-se dentro dela.

Faça amizade com o sommelier

Ele é o profissional que vai descomplicar a sua vida e te ajudar a encontrar o vinho perfeito, dentro dos parâmetros que você comunicar. Informe o estilo, a quantidade, o país de origem que gostaria de provar. Discretamente, aponte na carta a faixa de preço que está disposto a investir. O sommelier vai entender o recado e te dar de três a quatro opções, buscando também harmonizar com os pratos pedidos.

Pronto! Não hesite, escolha, beba seu vinho, aproveite o momento e seja feliz!