Chocolate e Vinho: amigos estranhos

A Páscoa acabou e a geladeira está cheia de papéis coloridos e chocolates de todos os tipos. Chega à noite e bate aquela vontade de abrir uma garrafa de vinho. Será possível combinar os dois prazeres?

O vinho e o chocolate possuem sabores intensos, complexos e diferenciados e estão associados a momentos românticos ou indulgentes. Embora ambos possuam amantes incondicionais, os dois não são necessariamente aliados do palato, desde o início.

A ideia da harmonização é geralmente mostrar a estrela (o vinho ou o prato em evidência) ou criar uma sinergia excitante (criando um “terceiro sabor” na boca). Mas os sabores intensos do vinho e do chocolate podem entrar em conflito com seu paladar se você não combinar suas seleções com cuidado.

O vinho e o chocolate tendem a competir pelas mesmas papilas gustativas e ambos deixam sabores e revestimentos bucais de longa duração. A doçura do chocolate pode tornar o sabor do vinho desagradável, e além disso, nossas papilas gustativas rejeitam a mistura de sabores amargos juntos (por exemplo, chocolate amargo adicionado aos taninos amargos do vinho tinto).

No entanto, com flexibilidade e experimentações deliciosas, você certamente encontrará combinações notáveis de vinhos e chocolate que encontrarão o equilíbrio e a perfeita sinergia de uma união bem pareada.   Veja essas dicas:

  • Chocolate ao Leite: Tintos de Colheita Tardia, Porto Ruby, Lambrusco Tinto, Banyuls
  • Chocolate Branco: Moscato d’Asti, Ice Wine, Espumante Moscatel
  • Chocolate 75% de Cacau: Cabernet Sauvignon, Syrah, Malbec,Vin Santo del Chianti, Porto Tawny

Escolha seu chocolate e seu vinho. Sinta o aroma, o olfato contribui muito para o que você prova e vai ajudá-lo a apreciar os sabores mais plenamente. Pegue o pedaço de chocolate e tire um momento para inspirar profundamente antes de morder. Antes de tomar um gole de vinho, repita o mesmo processo com sua taça. Prove o chocolate antes de beber o vinho. Dê uma pequena mordida no chocolate e deixe derreter o suficiente para cobrir o interior da boca. Feche os olhos e concentre-se no que sente e saboreia. A textura. É suave e cremosa? Se o seu chocolate contém nozes, sal marinho ou pedaços de frutas passificadas, o que elas contribuem para a textura? O sabor. É amargo, doce ou ambos? Existem notas frutadas ou salgadas? Você detecta notas de café ou avelã?

Beba o vinho logo após engolir o chocolate. Preste atenção à sensação e sabor do vinho e como ele se mistura aos sabores do chocolate. Você percebe alguma nota do vinho que complemente o chocolate particularmente bem?

Não tenha pressa e permita-se estar no momento e saborear a mistura dos sabores. Feche os olhos e reserve alguns momentos para se concentrar inteiramente no sabor do chocolate e do vinho. Como foi a experiência?

Mantenha a mente aberta e lembre-se de que as diretrizes de harmonização de vinhos são apenas isso: diretrizes. Embora a maioria dos apreciadores de vinho não recomende, você pode amar o contraste de um chocolate branco superdoce com um vinho tinto ultra seco. A única maneira de saber o que você gosta é tentar coisas diferentes. Não hesite…o grande prazer está justamente na experimentação! Saúde!