Os caminhos olfativos do perfume

Você sabe como funcionam os caminhos olfativos de um perfume? Já percebeu que as diferenças entre o primeiro cheiro e aquele que fica no seu corpo depois um tempo? Essa alteração deve-se as famílias olfativas na composição da fragrância, que são as sensações do cheiro que sentimos durante as diversas fases de utilização da uma fragrância. Elas são divididas em três partes:

  • Notas de Cabeça ou Saída – São as primeiras sensações que sentimos ao passar o perfume. Geralmente são essências a base de laranja, limão, bergamota, pinho, eucalipto e outras. Quando um perfume é fresco, normalmente, suas notas são voláteis.
  • Notas de coração ou de corpo – É a essência do perfume, sua personalidade.  São mais fortes do que as notas de cabeça e as essências menos voláteis e mais densas, entre elas tomilho, pimenta e especiarias.
  • Notas de fundo ou de fixação – São as responsáveis pela fixação do aroma na pele. Além de oleosas, são feitas a partir de extratos amadeirados e de origem animal. Contudo, os sintéticos também aparecem.

Uma vez que você compreendeu os “caminhos” do perfume, que tal conhecer suas famílias?

  • Amadeirados – Têm em sua composição notas naturais mais picantes. Algumas misturas de madeira resultam em aromas mais secos e menos adocicados, com toques de canela, terra ou tabaco. Não é regra, mas é uma composição muito usada nas fragrâncias masculinas.
  • Floral – A mais popular família olfativa. Resultante da mistura de ramos de íris, jasmim, rosas, gardênias e outras flores. São apresentadas em suas formas puras ou com toques orientais ou de especiarias. Também não é regra, mas é uma composição muito usada nas fragrâncias femininas.
  • Cítricos – Fragrâncias leves e marcantes. Perfeitos para o dia-a-dia, os cítricos marcam presença com notas de laranja, limão, mandarim e algumas notas de madeira.
  • Fresco – Limpo e refrescante, o perfume fresco mistura notas cítricas com notas naturais, como relvas e folhas verdes. Extremamente refrescante, apresenta, geralmente, notas marinhas.

  • Aromáticos – Resultantes de um coquetel de ingredientes, as fragrâncias aromáticas primam pela mistura de aromas cítricos, lavandas e especiarias orientais.

  • Orientais – Sofisticados, chiques e elegantes. Os orientais primam pela exuberância de notas quentes e picantes, como baunilha, canela e orquídeas.

  • Frutal – Um verdadeiro coquetel natural, ele é o resultado da mistura de pêssegos, morangos, e algumas notas cítricas. Mas, diferente dos cítricos, nessa família predominam as notas mais doces, mantendo sempre muita leveza e frescor.