Macc recebe exposição do genial artista Thomaz Perina. Obras cobrem várias décadas

Abertura será nesta quinta-feira, às 19h. Mostra segue até dia 19 de novembro, com entrada gratuita

Com curadoria do Instituto que leva o nome do artista, a mostra é uma realização da Secretaria de Cultura do Estado, por meio do Proac, com patrocínio da Coca-Cola Femsa.

Nesta coleção, o visitante será convidado a mergulhar no universo do artista e apreciar seu processo criativo, estampado nas três salas do Macc. O espaço está ocupado com 80 obras de diferentes temas e décadas.

Com requintes futuristas, Perina concebeu trabalhos de rara beleza, datadas de 1940 a 2008. Na perfeição dos traços e no domínio da técnica, criou uma linguagem própria.

Campineiro de nascimento, o artista é considerado um dos mais importantes nomes da história das artes visuais do país não somente pelas premiações que recebeu, mas também por sua singular contribuição a toda uma geração de artistas.

Desde criança demonstrou aptidão para o desenho e muito jovem começou a pintar. Seus desenhos feitos de fragmentos de carvão, em frente à casa onde morava no bairro da Vila Industrial, eram elogiados pelos trabalhadores da Companhia Mogiana de Estrada de Ferro, que chegavam a mudar de trajeto na volta do trabalho para passar em frente à casa e ver os desenhos do dia.

Seus primeiros motivos foram cenas do cotidiano e as paisagens de Campinas. Na década de 1940, os trabalhos receberam as principais premiações nos Salões Paulistas de arte acadêmica.

Artista consagrado e premiado, seguiu explorando novas linguagens e aproximou-se das vanguardas concretistas, sempre com temas aparentemente simples. Retalhos de madeira, papéis de embalagens, pedaços de esculturas danificadas. Tudo podia lhe evocar uma sensação especial e continha potencial de ser lido, interpretado e exposto como obra de arte. Essa obstinação pela busca e transmissão do essencial norteou não só suas obras, como sua vida.

Serviço

Exposição “A Vanguarda por Thomaz Perina”

Vernissage: 19 de outubro, 19h.

De 20 de outubro até 19 de novembro. Horário de visitação: terça, quarta, sexta e sábado, 10h às 18h; quinta, 10h às 21h; domingos e feriados, 9h às 12h.

Onde: Museu de Arte Contemporânea de Campinas (Macc) – Av. Benjamin Constant, 1633 – Centro, Campinas – SP. Telefone: (19) 3236.4716.

Entrada gratuita.