Entrevista: Antonio Dias

O grupo Royal Palm Hotels & Resorts irá inaugurar em março de 2018 o Royal Palm Hall, um complexo que reunirá todas as necessidades de eventos, com centro de convenções, hotéis de diferentes categorias e ampla oferta de alimentação. Tudo com uma gama de serviços de qualidade e centralizados em um único operador. Antonio Dias, diretor executivo do grupo Royal Palm Hotels & Resorts, conta sobre o empreendimento. Confira.

Revista Prado – Qual o objetivo do complexo?

Antonio Dias – O objetivo principal foi criar um produto próprio para atender grandes eventos, além de formatos novos. Algo inexistente no Brasil.

RP – Porque Campinas foi escolhida para abrigar o complexo?

Antonio Dias – Pela sua importância econômica para o país e localização estratégica. O complexo possui logística invejável: é circundado pelas rodovias Anhanguera e Santos Dumont e tem acesso fácil para as rodovias Bandeirantes e Dom Pedro II, além de estar próximo do Aeroporto de Viracopos.

RP – Conte sobre a infraestrutura do complexo, o que ele reúne?

Antonio Dias – O complexo contará com o Salão Monumental, que ocupará uma área de 4.500 m2. Em montagem de auditório, comporta 5.000 pessoas. Já no almoço ou jantar, 3.500 pessoas poderão ser servidas simultaneamente. Camarins completos, sala multiuso, área de carga e descarga de eventos, ambulatório e ampla disponibilidade de banheiros. Área de exposições de 3.700 m2, um foyer de 1.660 m2 (também com divisórias móveis) e um salão de 600 m2. Um total de 33 salas de apoio com as mais diversas metragens, indo de 120 a 40 m2, compõe outros pisos. O complexo ainda contará com 226 unidades habitacionais, restaurante com 240 lugares, lobby bar, área de eventos com cerca 700 m2 e espaço de lazer na cobertura. Há ainda outra opção que é o Hotel Contemporâneo, com 310 apartamentos, de 19 a 27m2, ideais para a hospedagem de duas pessoas, restaurante para 250 pessoas, lobby com acesso ao Mall e serviço de conveniência 24h.

RP – Quais os benefícios que uma obra desse porte traz para a região?

Antonio Dias – Com esse complexo, a região contará com eventos de grande porte que consequentemente movimentaram a economia em seus mais diversos setores.