A importância das gorduras na alimentação

Infelizmente a maioria das pessoas ainda associam a ingestão de gorduras com ganho de peso. Mas isto não é verdade, desde que seja consumida na forma e na quantidade certa, a gordura pode ser benéfica para a saúde.

A insulina, hormônio liberado pelo pâncreas, é uma das principais formas de estoque de gordura corpórea. E este hormônio que estoca energia no fígado, no músculo e no tecido subcutâneo em forma de gordura. Ele é liberado para metabolizar a glicose e os aminoácidos no sangue, isto é, jogá-los para dentro das células para que essas gerem energia.

Esse hormônio surgiu na época em que caçávamos e tínhamos acesso limitado aos alimentos. Assim, quando o homem primata comia, ele precisava armazenar energia para passar horas sem comer. Porém, surgiu a abastança alimentar dos tempos modernos. Nossa dieta, que era basicamente carnes, gorduras, vegetais, frutas in natura e com pouca frutose, sofreu uma total inversão com a entrada do carboidrato derivado da farinha branca encontrado em pães, torradas e massas. Isto sem contar guloseimas, refrigerantes e fast foods. Somou-se a isso a ideia de que a gordura (e não o açúcar), seria a responsável pela obesidade e infarto do miocárdio. Pronto! Passamos a comer todos as fontes de carboidratos ao longo dia e o resultado já sabemos: epidemia de obesidade e diabetes.

Novos estudos vêm mostrando que a dieta que contém gorduras, carboidratos (não re nados) e proteínas em equilíbrio, ou até com menos carboidratos ( low carb) são benéficas para a saúde e pode controlar o ganho de peso.

Tendo pouca digestibilidade a gordura pode ser uma aliada no controle da fome, e da mesma forma, não sendo tão saborosa quanto o açúcar, (o abacate e cacau por exemplo), também controlam a compulsão alimentar com a vantagem de liberar menos insulina. E assim como os carboidratos também geram energia, é um mito achar que energia vem apenas dos carboidratos.

A gordura que deve ser evitada ao máximo é a TRAN , a qual está contida em guloseimas industrializadas, como salgadinhos de pacote, sorvetes e biscoitos recheados. Em alimentos de origem a animal a quantidade é irrisória. Esta gordura é pró inflamatória e oxida o dito colesterol ruim ou LDL, tornando-o maléfico.

Portanto amigos, fujam de alimentos industrializados, priorizem os naturais e comam com equilíbrio!

Funções das gorduras em nosso organismo:

  • A gordura protege ósseos e as articulações do impacto.
  • Funciona como isolante térmico nos protegendo do frio.
  • Meio de transporte para as chamadas vitaminas lipossolúveis como A, D, E e K.
  • Todas as membranas de nossas células são formadas de gorduras.
  • Mais da metade do nosso cérebro é formado de gordura.
  • Responsável pela síntese de vitamina D, fundamental para a formação de massa óssea e pela prevenção de alguns tipos de cânceres e doenças cardiovasculares.
  • Matéria prima para todos os hormônios chamados esteroides (formados a partir do colesterol) entre eles, testosterona, cortisol, estradiol e progesterona, por exemplo.