Filhos, redes sociais e os pais

A privacidade dos filhos na internet tem que ter limite e as redes sociais quando usadas com segurança e atenção, trazem benefícios

Os pais devem ficar sempre de olho nos sites e redes sociais que os filhos acessam e também precisam ficar atentos ao conteúdo que crianças e adolescentes publicam nas redes sociais e aplicativos. A psicóloga Maria Cristina Mesquita, alerta para o perigo da exposição na internet. Ela aconselha aos responsáveis a ficarem atentos e explicar aos filhos que o conteúdo postado na rede pode gerar diversas situações não desejadas. “O compartilhamento de fotos, videos, endereço, nome da escola, rotina do dia a dia e a divulgação de informações pessoais podem comprometer a segurança dos filhos e da família. As redes sociais permitem que as configurações de privacidade sejam personalizadas, portanto, os pais devem se certificar de que elas estejam adequadas, de modo a preservar ao máximo a privacidade e a segurança dos filhos”, diz.