Entrevista: Edição janeiro

O jornalista, chef de cozinha e colunista da Revista Prado Manuel Alves Filho, mais conhecido como chef Mané, lançou recentemente o livro 50 memórias, 50 sabores – A cozinha ancestral de quem ajudou a construir a Unicamp. A obra marca o cinquentenário da Unicamp ao prestar homenagem àqueles que contribuíram para a construção da Universidade, considerada atualmente uma das melhores da América Latina e conta por meio de receitas culinárias cedidas por integrantes da comunidade universitária, um pouco da trajetória de funcionários, estudantes e professores, que constituem o maior patrimônio da instituição. Confira a seguir trechos da entrevista.

Revista Prado – Qual o objetivo do livro?

Manuel Alves Filho – O principal objetivo do livro é homenagear as pessoas que ajudaram a construir a Unicamp ao longo dos seus 50 anos. A Universidade alcançou o status de uma das melhores instituições de ensino superior do mundo graças à dedicação de algumas gerações de estudantes, funcionários e professores. A ideia da homenagem surgiu de uma das frases atribuídas ao fundador da Unicamp, professor Zeferino Vaz, que dizia que os principais patrimônios de uma Universidade são as pessoas, as pessoas e as pessoas.

RP – Porque escolheu receitas para comemorar o cinquentenário da Unicamp?

Manuel – A ideia de organizar um livro de receitas culinárias surgiu da possibilidade de utilizar a comida como elemento de ligação entre as memórias pessoais e profissionais ou acadêmicas dos integrantes da comunidade universitária (estudantes, funcionários e professores). Por isso optamos por fazer uma chamada interna, pedindo para que os interessados oferecessem receitas de família para a composição do livro, que despertam boas memórias afetivas e promovem o encontro de familiares e amigos à mesa.

RP – Quantas receitas fazem parte do livro?

Manuel – Foram publicadas 50 receitas, numa referência ao cinquentenário da Unicamp. No livro, há desde preparações singelas, como um bolo para ser degustado com café, até pratos mais elaborados. Todos, porém, são bem representativos do modo do brasileiro se alimentar. Algumas receitas trazem histórias muito interessantes, como a da Pieda, uma espécie de pão sem fermentação italiano.

RP – Quantas receitas você recebeu? Qual critério adotado para seleção das receitas escolhidas?

Manuel – Recebemos cerca de 300 contribuições e selecionamos 50 para publicação. A Comissão de Avaliação usou como principal critério de seleção as receitas que de fato tinham como principal atributo serem de família.

RP – Como as pessoas podem comprar o livro?

Manuel – As pessoas interessadas no livro podem fazer contato diretamente com a minha representante, pelo e-mail halicinha@uol.com.br