Cuidado com a alimentação

O verão está aí e junto com ele vem as  confraternizações de fim de ano. Como é de se esperar, o bom  e velho  churrasco acompanha grande parte desses encontros e sempre é motivo de  dúvida, se é saudável ou não. Cito aqui algumas dicas podem fazer do churrasco mais do que apenas um momento de confraternização:

Sente e coma devagar, isso ajuda na saciedade. Não exagere na quantidade de sal refinado, sempre prefira o sal grosso marinho. Vegetais como cebola e palmito, por exemplo,   podem ser assados, de preferência embalados ou longe da brasa e marinados em azeite depois de prontos.

A quantidade de colesterol nos alimentos não  influencia o nível de colesterol sanguíneo, pelo contrario, pode piorar.  Como 75 a 85% do colesterol é produzido pelo nosso  organismo, se ingerirmos pouco colesterol, como forma de proteção, nosso corpo pode aumentar produção. Portanto, aquela ideia de que comer carne aumenta o colesterol ruim está ficando ultrapassada.

As carnes que foram ligadas a maior chance de câncer de intestino pela OMS são as defumadas, curadas ou processadas – linguiça pode ser uma delas. Então evite consumir esses produtos. Diversifique  tipo de carne:  frango e peixe também tem alto valor nutricional e proteico.

Uma nova situação  que vem se mostrando real em alguns estudos é a forma de preparo das carnes. Grelhar a seco não é tão saudável quanto se pensava. Este método ganhou destaque porque assim conseguíamos eliminar as gorduras, mas novos estudos vem mostrando que as gorduras animais não são maléficas como se achava. Quanto maior a temperatura submetida, quanto maior o tempo na churrasqueira e quanto mais grelhada a carne ficar, mais substancias tóxicas ela produz, pois acabam sendo fontes de produtos de glicação avançados ou mais conhecidos como AGES  (Advanced Glycation End Products). Assim, carne tostada ou com aparência bem queimada por fora  está cheia deste tóxico e pode ser uma das causas de doenças como Alzheimer, câncer e infarto do coração.

Embalar a carne ou o peixe também é uma forma de diminuir a formação destes AGES. Carne marinada em líquidos ácidos como o vinagre ou suco de limão e cozimento longe da fonte de calor também ajudam a proteger. Outra dica: excesso de qualquer coisa  faz mal, até agua, e isso vale também para o churrasco grelhado. Boas  festas!!!